01/03/2018

Condenado, Lula diz ter certeza de que não irá preso



O ex-presidente Lula afirmou, em entrevista à Folha, que tem certeza que não será preso, mesmo após ser condenado em primeira e segunda instância jurisdicional. 

"Eu estou preparado. Estou tranquilo. E tenho certeza de que vou ser absolvido e de que não vou ser preso", afirmou. 

O petista, de acordo com a publicação, pediu ainda a exoneração do juiz Sérgio Moro e dos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. 

"Eu acredito na democracia, eu acredito na Justiça. Eu acredito que essas pessoas [Moro e desembargadores] mereciam ser exoneradas a bem do serviço público", defendeu. 

O ex-presidente voltou a reforçar também que não trabalha com outro nome, além do seu, para a disputa da Presidência. "Não abro [mão da candidatura]. Se eu fizer isso, minha filha, eu tô dando o fato como consumado. Eu vou brigar até ganhar. [...] Quando chegar o momento certo, o PT pode discutir todas as alternativas. Eu sou contra boicotar as eleições". 

Para o petista, Temer resistiu a um "golpe" que foi arquitetado pela Globo. O objetivo era fazer Rodrigo Maia (DEM) presidente do Brasil e dar um terceiro mandato a Rodrigo Janot à frente da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Fonte/Reprodução: Metro 1
Foto: Paulo Pinto/FotosPublicas

0 comentários:

Postar um comentário