ABI repudia agressão sofrida por repórter da rede Globo em transmissão ao vivo

A ABI (Associação Brasileira de Imprensa) repudiou em nota a agressão sofrida pela repórter Monalisa Perrone, da TV Globo nesta segunda-feira (31) em frente ao hospital Sírio-Libanês em São Paulo, no momento em que ela transmitia ao vivo informações sobre a internação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se submete a tratamento contra um câncer na laringe. 



Monalisa Perrone foi empurrada e, derrubada e violentamente interrompida por três homens na hora que estava começando a falar. 

Veja aqui o repúdio da ABI a à ação dos agressores e a solidariedade à repórter: 

“A ABI manifestou nesta segunda-feira, dia 31 de outubro, sua solidariedade com a jornalista Monalisa Perrone, da TV Globo de São Paulo, vítima de agressão quando cobria a movimentação no Hospital Sírio-Libanês de São Paulo, após a nova internação do ex-Presidente Lula. 

A ABI deplora o comportamento dos agressores, vinculados ao MerdTV, grupo que já na própria denominação demonstra o baixo nível e o primarismo de suas intervenções”.

Assista ao vídeo com a jornalista na hora do ataque:

Postar um comentário

0 Comentários