Bonfim: Parentes ajudaram policial a forjar morte da esposa, diz polícia

Márcia Regina supostamente assassinada pelo marido

Nesta quinta-feira, a polícia indicou mais duas pessoas por participação no assassinato de Márcia Regina de Souza Macedo, esposa de um policial civil de 40 anos, apontado como o principal suspeito pelo crime. 
Os cúmplices seriam parentes do investigador que, além de ser suspeito de matar a mulher em casa por estrangulamento, teria colocado o corpo da vítima no carro e forjado o acidente em uma rodovia estadual entre as cidades de Senhor do Bonfim e Antônio Gonçalves. 
O crime aconteceu no dia 29 de outubro deste ano. As conclusões parciais foram relatadas em uma coletiva de imprensa na capital baiana pelo delegado-geral da Polícia Civil Helio Jorge e por Felipe Neri, titular da 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), de Senhor do Bonfim, além da corregedora da corporação, a delegada Iracema de Jesus. (G1)

Postar um comentário

0 Comentários