Capim Grosso: Supermercado pega fogo no feriado


O Mercado Zamel, localizado na Praça José Prado Alves (Praça da Feira), de propriedade de Jair Santos Santana, pegou fogo por volta das 23:00 desta terça-feira (15), danificando grande parte das mercadorias e instalações.


Populares viram a fumaça que sai do estabelecimento e avisaram ao proprietário, que compareceu para abrir a porta, dando acesso aos empresários vizinhos e pessoas diversas que entraram para combater as chamas. Fio do Mercadinho Brasil e Eron do Hiper Doce Mel utilizaram todos os seus extintores para controlar o fogo, no que foi imitado por outras pessoas que possuíam tal equipamento. 


O início do incêndio foi a parte dos fundos do mercado, que se alastrou rapidamente para as demais instalações afetando boa parte do teto, que teve que ser derrubado, para poder controlar as chamas. 


Vizinhos disponibilizaram baldes e água para serem utilizados no combate ao incêndio, Edilson filho de Ivo Luciano chegou com um Carro Pipa e só assim o fogo foi definitivamente controlado, tendo a participação ativa de varias pessoas que saíram de suas residências para prestar socorro.


Mais uma vez a solidariedade do povo Capimgrossense impediu que um incêndio tomasse grandes proporções e atingisse prédios vizinhos, no que poderia ser uma grande tragédia.


A causa do incêndio até o presente momento são desconhecidas, comenta-se que pode ter sido um curto-circuito na instalação elétrica.


Mais uma vez a cena se repete, há algum tempo atrás foi o Mercadinho Brasil que sofreu com tal sinistro, agora o Zadimel, será que precisa ocorrer mais outro para que se tomem providências? 


Uma das soluções seria a instalação de hidrantes nas principais ruas e avenidas da cidade e se possível criar uma Brigada Municipal Contra Incêndio. 


 Jorge Quixabeira

Postar um comentário

1 Comentários

  1. nossa ainda bem que ainda temos pessoas boas neste mundo que se preocupam em ajudar alguem so tenho a agradecer a essas pessoas com esse gesto de fraternidade e amor porque isso poderia acontecer cm qualquer um de nós

    ResponderExcluir