Marca anuncia retirada da propaganda com imagem de beijo do Papa


A marca de roupas United Colors of Benetton lançou nesta quarta-feira (16) uma campanha contra a "cultura do ódio" que deve causar polêmica nos quatro cantos do mundo. As peças mostram imagens de diversos líderes mundiais no maior amasso com beijo na boca e tudo. Nas montagens aparecem beijos entre o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o líder venezuelano, Hugo Chávez. Em outra foto,o líder americano beija o presidente da China, Hu Jintao. Até o papa Bento 16 foi alvo da campanha. O religioso dá um beijaço em Ahmed Mohamed el-Tayeb, imã da mesquita de Al-Azhar, no Cairo.


O grupo italiano Benetton anunciou, nesta quarta-feira (16), a decisão de retirar de circulação de sua nova campanha publicitária uma montagem fotográfica que mostra o Papa Bento XVI "beijando" na boca o imã da universidade egípcia de Al Azhar, Ahmed el Tayyeb. "Lembramos que o sentido desta campanha é exclusivamente combater a cultura do ódio sob todas as formas", comentou, em comunicado, ao lamentar o fato de a utilização da imagem ter "ofendido os sentimentos dos fiéis". 

O anúncio da decisão foi divulgado logo depois de o porta-voz da Santa Sé, Federico Lombardi, ter informado em nota oficial que a Secretaria de Estado do Vaticano estudava possíveis medidas para "garantir o respeito à figura do Santo Padre". O Vaticano considerou a fotomontagem falta de respeito a Bento XVI, ao afirmar que a campanha se trata de "um uso inaceitável da imagem do Santo Padre, manipulada e instrumentalizada no marco de uma campanha publicitária com fins comerciais".

Postar um comentário

0 Comentários