Justiça decreta prisão preventiva de mãe suspeita de mandar matar o próprio filho

Selma

A Justiça do Rio de Janeiro decretou na tarde desta terça-feira (19) a prisão preventiva de Maria Selma Costa dos Santos, de 70 anos, suspeita de mandar matar o filho José Fernandes dos Santos Reis. Além da mãe do empresário, a Justiça também decretou a prisão preventiva de Maria José da Silva Dias e Isaque de Moraes, suspeitos de envolvimento no crime.

O pedido de prisão foi solicitada à Justiça pelo Ministério Público. De acordo com a decisão do juiz Paulo Rodolfo Maximiliano Tostes, a prisão preventiva dos suspeitos é “para garantir a ordem pública”.

O empresário foi morto no dia 29 de novembro de 2011, quando saía da casa da família em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. De acordo com o delegado Márcio Estaves, o depoimento da empregada doméstica da família, Maria José da Silva Dias, foi esclarecedor.

— Em dois depoimentos ela confirmou a versão do crime. Ela disse que contratou o segurança Isaque de Moraes, por R$ 20 mil, a mando da patroa, para matar José Fernandes.

Ainda segundo o delegado, a mãe da vítima estaria insatisfeita com a forma como o filho administrava o patrimônio da família e também com o dinheiro que recebia.


Fonte/Reprodução: R7



Postar um comentário

0 Comentários