Pedro Tavares pede ao Governo do Estado prioridade no combate à seca



O deputado estadual Pedro Tavares (PMDB) fez um apelo em plenário para que o Governo do Estado dê prioridade para minimizar o sofrimento do sertanejo, causado pela escassez de água. Em discurso, o parlamentar destacou a falta de intervenção do Estado com o propósito de amenizar os problemas causados pela seca, considerada a pior nos últimos 50 anos. “Em mais um fim de semana viajando por esse interior da Bahia, eu vi a produção quase que toda perdida, o rebanho dizimado, a economia se acabando nas cidades, vi o desemprego, eu vi o sofrimento do povo baiano e principalmente do povo sertanejo”, pontuou Pedro Tavares.

O parlamentar ressaltou ainda com tristeza o balanço de prejuízos causados pela seca no semiárido, divulgado pela Federação de Agricultura e Pecuária da Bahia (FAEB), atestando que a produção de feijão, milho e mandioca tiveram quase perda total. “Será que a prioridade do governo é gastar 144 milhões de reais com propaganda, em vez de investir em ações de combate à seca?”, questionou Tavares.

Conforme dados publicados na edição desta quarta-feira do jornal A Tarde, o prejuízo na pecuária leiteira que no último balanço foi de 60%, subiu para 70%, as perdas do gado subiram de 600 mil cabeças para 1 milhão. A região do semiárido é responsável pela produção de 40% do leite produzido no Estado, 60% do feijão e 40% da mandioca.

Ainda de acordo com a matéria, a redução na produção tem provocado o êxodo rural. Conforme o deputado é de extrema importância que o governo tenha como principal ação impedir que centenas de famílias abandonem suas terras por se sentirem impotentes para enfrentar o problema. “A prioridade agora é amenizar os prejuízos. Entendo que neste momento é necessário agir rapidamente e tentar diminuir o sofrimento do povo do sertão”, concluiu o parlamentar.



Postar um comentário

0 Comentários