Com apenas um voto, vereadora assume mandato no Rio Grande do Sul



Com apenas seu próprio voto, a vereadora Veridiana Bassoto Pasini (PTB), de Coronel Pilar, no Rio Grande do Sul, que tem 1,7 mil habitantes, assumiu o cargo na última semana. Segundo informações do Blog do Josias, Veridiana, que é mulher do presidente do PTB no município, Luiz Carlos Pasini, não fez campanha e recebeu apenas o voto que deu a si mesma – nem seu marido votou nela. 

Ela assumiu como sétima suplente da coligação PTB-PP-PMDB, após o titular da vaga, Luciano Contini (PMDB), pedir licença médica por 60 dias. A suplente Iraci Moresco Zanatta assumiu por apenas 30 dias e os outros suplentes, por variados motivos, renunciaram a exercer a função. A tarefa coube então a Veridiana. 

Se Contini retornar à cadeira, ela deve ficar no posto até o início de outubro. “Eu não esperava. Mesmo sem querer acabei entrando. Concorri para preencher a cota de mulheres candidatas na coligação. E optei por não fazer campanha”, disse a petebista, que até então atuava como secretária de um consultório odontológico. 


Com informações do portal UOL



Postar um comentário

0 Comentários