Operação apreende carne clandestina comercializada no distrito do Junco



Na manhã deste domingo, 15, os comerciantes de carne na Feira Livre do distrito do Junco foram surpreendidos com uma operação encabeçada pela ADAB, Vigilância Sanitária de Jacobina, e Polícia Militar. A ação tenta coibir a comercialização de carne, ovos, leite e seus derivados, sem o devido registro sanitário.


A população acompanhou atônita toda a ação que parou a feira do maior distrito de Jacobina. Algumas barracas onde eram realizadas o comércio dos produtos também foram apreendidas.

De acordo com o decreto lei nº 20/84, em seu artigo 22:

1 - Quem abater animais para consumo público:

a) Sem a competente inspeção sanitária; 

b) Fora de matadouros licenciados ou recintos a esse efeito destinados pelas autoridades competentes;  

c) De espécies não habitualmente usadas para alimentação humanas; será punido com prisão até 3 anos e multa não inferior a 100 dias.

A carne apreendida deverá ser incinerada.

Fonte/Reprodução: Mais Política


Postar um comentário

0 Comentários