30/08/2017

ENGIE adquire Complexo Eólico Umburanas por R$ 15 milhões



A ENGIE Brasil Energia adquiriu, por R$ 15 milhões, da Renova Energia S.A, o projeto do Complexo Eólico Umburanas, localizado no município de Umburanas, no Norte da Bahia. Com capacidade instalada de 605 MW será o maior parque eólico até agora da ENGIE e o segundo na Bahia, já que a empresa está construindo o Complexo Campo Largo nos municípios de Sento Sé e Umburanas, com 326,7 MW.

Quando o negócio estiver concluído, pois está sujeito a certas condições, incluindo, mas não se limitando, à aprovação do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), a ENGIE vai informar mais detalhes da operação. “O potencial eólico e solar da Bahia é muito bom e há alguns anos pesquisamos áreas para empreender no estado”, explica Eduardo Sattamini, CEO da ENGIE Brasil Energia.

Para o executivo, a sinergia de operação e de implantação entre os dois parques – Umburanas e Campo Largo – foi um dos grandes motivos da concretização do negócio, pois vai otimizar a geração e transmissão de energia.

O Complexo Campo Largo, já em implantação ao lado da área do projeto adquirido da Renova, terá 326,7 MW de capacidade instalada em 121 aerogeradores.

Sobre a ENGIE Brasil

No Brasil, a ENGIE é a maior produtora privada de energia elétrica no país, operando uma capacidade instalada de 10.212 MW em 28 usinas em todo o Brasil, o que representa cerca de 6% da capacidade do país. O Grupo possui 90%de sua capacidade instalada no país proveniente de fontes limpas, renováveis e com baixas emissões de gases de efeito estufa, posição que tem sido reforçada pela construção de novas eólicas no nordeste do país e por uma das maiores hidrelétricas do País, Jirau (3.750 MW), localizada no rio Madeira e que foi inaugurada em dezembro de 2016.

O Grupo também atua na área geração solar distribuída e oferece serviços relacionados à energia, engenharia e integração de sistemas, atuando no desenvolvimento de sistemas de telecomunicação e segurança, iluminação pública e mobilidade urbana para cidades inteligentes, infraestruturas e a indústria de óleo e gás. Contando com 3.000 colaboradores, a ENGIE teve no país em 2015 um faturamento de R$ 7 bilhões.

Sobre a ENGIE no mundo

A ENGIE desenvolve suas atividades (eletricidade, gás natural e serviços) em torno de um modelo baseado em crescimento sustentável a fim de enfrentar os grandes desafios da transição energética para uma economia de baixo carbono: acesso à energia renovável, atenuação e adaptação às mudanças climáticas, segurança de abastecimento e uso racional dos recursos naturais.

O Grupo fornece soluções altamente eficientes e inovadoras para pessoas, cidades e empresas através de fontes diversificadas de fornecimento de gás, produção de eletricidade flexível e com baixa emissão de CO2 e conhecimento técnico em quatro setores-chave: energias renováveis, eficiência energética, gás natural liquefeito e tecnologias digitais.

A ENGIE possui 154.950 funcionários em todo o mundo e obteve receitas de € 69,9 bilhões em 2015. Cotado nas bolsas de Bruxelas, Luxemburgo e Paris, o Grupo está representado nos principais índices internacionais: CAC 40, BEL 20, DJ Euro Stoxx 50, Euronext 100, FTSE Eurotop 100, MSCI Europe, DJSI World, DJSI Europe e EuronextVigeo (Eurozone 120, Europe 120 e France 20).

Imagem Ilustrativa


0 comentários:

Postar um comentário