Bolsonaro oficializa general como vice: "Somos soldados do nosso Brasil"



O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) anunciou neste domingo (5) o nome do general da reserva Hamilton Mourão (PRTB) como seu vice na chapa para concorrer à Presidência da República. No início da tarde, o PRTB formalizou a aliança.

Pela manhã, Bolsonaro participou da convenção do PSL estadual no Clube Guapira, na Zona Norte de São Paulo. À tarde, ao lado de Mourão e de Levy Fidelix, presidente nacional do PRTB, ele comentou a chapa recém-formada.

"No momento, eu deixo de ser capitão, o general Mourão deixa de ser general, nós passamos a ser a partir de agora soldados do nosso Brasil", afirmou ele em seu discurso durante a convenção do PRTB.

Hamilton Mourão, por sua vez, defendeu "um governo austero, honesto, sem corrupção, com eficiência gerencial, com relacionamento republicano com os demais poderes, ou seja, sem 'balcão de negócios' nós vamos iniciar a transformar este país".

A expressão "balcão de negócios" já havia sido usada por ele em dezembro de 2017, quando Mourão a escolheu para descrever o governo Temer. Dois dias depois, ele foi transferido do cargo que ocupava no Exército, mas as Forças Armadas não anunciaram o motivo da mudança.

Quarta opção

O anúncio foi feito após pelo menos três tentativas de Bolsonaro para encontrar um vice e que não deram certo. Mourão foi a quarta opção. Antes, ele sondou oficialmente o senador Magno Malta (PR), o general Augusto Heleno, do PRP e a advogada Janaína Paschoal (PSL). Todos recusaram o convite.

O nome de Hamilton Mourão não havia sido mencionado por Bolsonaro como uma opção durante a entrevista concedida à GloboNews na última sexta (3).

Fonte: G1
Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo)